CONCURSO PÚBLICO NACIONAL DE ANTEPROJETO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO “CENTRO HISTÓRICO DO CASARÃO GALLOTTI”, EM TIJUCAS-SC

INFORME AOS INSCRITOS E HOMOLOGADOS: ATENÇÃO.

OLÁ INSCRITOS

Estou passando aqui para lhes dar informações, tendo em vista que o prazo para consultas, segundo o Edital, venceu no dia 31 de outubro.

Antes de mais nada sejam bem vindos e queremos agradecer a sua participação. Como é de conhecimento público, o IAB há décadas defende e realiza e coordena Concursos Públicos de Arquitetura e Urbanismo e entende que essa modalidade é a mais democrática na escolha de projetos públicos em especial.

Sendo assim nossos parabéns pela inscrição homologada e agora é partir para entregar o trabalho até o dia 5 de dezembro.

Vamos lá.

ATENÇÃO

Leiam atentamente o Edital naquilo que, nesse momento lhes interessa: ou seja como fazer e entregar a proposta. Nesse sentido quero lhes informar:

1. DO DOCUMENTO CONCEITUAL

https://concursotijucas.com.br/wp-content/uploads/2021/09/DocumentoConceitual_TermosReferenciaTijucas.pdf

5 DIRETRIZES DE PROJETO Estimular a preservação do patrimônio paisagístico e urbanístico do Centro Histórico de Tijucas; Humanizar os Espaços Livres do Centro Histórico de Tijucas; Estimular a atividade sociocultural, econômica e comercial da área central ao longo dos trechos; Garantir a qualificação com acessibilidade universal ao ambiente urbano; Inserir a proposta no contexto urbano municipal e regional; Promover a dinâmica econômica e cultural dos espaços; Qualificar o Centro Histórico de Tijucas visando a sua apropriação para os seus habitantes; Promover a diversidade econômica dos usos, visando a promoção social; Qualificar os espaços das vias para eventos culturais e sociais, em fins de semana e em datas de comemoração histórica e cívica.

6 PROGRAMA DE NECESSIDADES São definidos como Programa de Necessidades para todos os 3 trechos da área de intervenção: a) Prever espaços livres para o encontro, contemplação, estares públicos e recreação infantil; b) Propor mobiliário urbano, como bebedouros, lixeiras, bancos e módulos, bancas, floricultura, cafés, alimentação); c) Estações de bicicletas, bicicletas compartilhadas e bicicletários; d) Proposta de iluminação pública e cênica compatíveis com os usos dos trechos deste Edital, além da iluminação pública existente; e) Prever acesso público à internet; f) Prever área permeável mínima de 20% por trecho destinada à paisagismo; g) Propor normatização da comunicação visual -publicidade, marquises e toldos, quando for o caso -, para as fachadas dos edifícios localizados nos trechos da área deste concurso; h) Alargamento e pavimentação das calçadas públicas e pista de caminhada no entorno (atendimento à norma de acessibilidade); i) Redução da faixa de trânsito de veículos da Rua Coronel Gallotti, de modo a comportar apenas 01 (um) veículo – largura máxima de 3,5 metros-, aumentando as áreas de apropriação peatonal com espaços de estar, vegetação e cenografia; j) Reformulação das vagas de estacionamento localizadas nas Ruas Coronel Gallotti e Maria Gallotti com pequenas baias; k) Criação de um marco de identidade visual na esquina das Ruas Coronel Gallotti e Maria Gallotti, a fim de demarcar o início do Centro Histórico do Casarão Gallotti de Tijucas; l) Tratamento apropriado à pavimentação e à iluminação considerando a destinação oficial da Rua Maria Gallotti para eventos temporários do Centro Histórico de Tijucas, que será fechada para acesso veicular nas datas de festividades, com possibilidade de aplicação de uma cobertura ao longo da Rua Maria Gallotti em material apropriado ao espaço cultural; m) Proposta de paisagismo, mobiliário urbano e desenho de paginação para a pavimentação proposta; n) Proposta de paisagismo, mobiliário urbano e iluminação das calçadas dos trechos; o) Manutenção e recuperação do piso de paralelepípedo em toda a extensão da Rua Coronel Gallotti; p) Incorporar na proposta urbana do Trecho A, após a Rua Maria Gallotti, a proposta da Praça do Barco, localizada entre a Rua Coronel Gallotti e as margens do Rio Tijucas – definindo o prolongamento da calçada desse lado da Rua Coronel Gallotti em 55,00 m até encontrar a descida dos barcos ao Rio Tijucas; q) Incorporar na proposta urbana do Trecho B, na Rua Maria Galotti, a proposta do Parque na área do Casarão Gallotti; r) Resgatar obrigatoriamente algum elemento da proposta do projeto do arquiteto Vitor Hugo, Anexo ao Edital, na proposta de anteprojeto, inclusive podendo ser proposto um pequeno monumento ao profissional; s) Proposta de valorização urbana para os remanescentes do Cine Teatro, visando a criação de um espaço de contemplação.

7 ESCOPO DO ANTEPROJETO São identificados, abaixo, o conteúdo e as informações técnicas mínimas que devem integrar o Anteprojeto e que deverão constar das pranchas do concurso, conforme as indicações e determinações do Edital; desse Termo de Referência; do Regulamento do Concurso e dos Anexos que em conjunto constituem suas Bases. 7.1 PAISAGISMO Deve conter a planta geral, as plantas dos 3 trechos, cortes gerais, detalhes, diagramas, perspectivas, entre outros recursos gráficos, contemplando a locação e representação dos equipamentos, espaços, edificações, mobiliário urbano e vegetação e soluções gerais de mobilidade e urbanização. As escalas, a diagramação e o padrão gráfico devem atender ao Regulamento. Deverão ser indicadas as escalas (inclusive gráficas) dos desenhos e soluções. Devem ser apresentadas informações sobre a caracterização geral das espécies vegetais aplicadas no projeto (nomes popular e científico, porte, diâmetro da copa, espaçamento, quantidade, período e cor da floração), com a indicação gráfica (desenho, imagem ou foto) das espécies indicadas. As ampliações em planta, corte e perspectiva devem permitir a leitura das soluções de arquitetura, mobiliário urbano, iluminação e sinalização, compatíveis com o nível de Anteprojeto. Recomenda-se a indicação do norte geográfico em todas as plantas, informações sobre eventuais movimentações de terra (cortes esquemáticos, hachuras ou diagramas). Deve-se ainda prever a indicação, de forma diagramática, das soluções para drenagem de águas pluviais, se houver necessidade.

6.2. DESENHO URBANO Recomenda-se considerar o Módulo II – Relatório de Escopo de Projeto ou Serviço constante da Tabela de Honorários de Serviços de Arquitetura e Urbanismo do Brasil, do Conselho de Arquitetura e Urbanismo – CAU/BR. Os desenhos e equipamentos de apoio deverão conter, quando pertinente: a) Layouts em escalas e padrões que permitam a compreensão das propostas de uso e ocupação do espaço público; b) Indicação das áreas e níveis; c) Identificação dos acessos; d) Plantas, cortes e volumetria da proposta e dos equipamentos de apoio, em especial o mobiliário urbano. 6.3. MEMORIAL DESCRITIVO E DIAGRAMAS Além das informações técnicas (plantas, cortes e imagens), recomenda-se a inclusão de memorial descritivo e diagramas diversos que evidenciem os elementos da solução proposta, considerando as diretrizes apresentadas neste Termo de Referência, que incluem, porém não estão restritos, aos seguintes elementos: a) Diretrizes gerais para mobilidade e acessibilidade; b) Diretrizes gerais para a composição paisagística e para a escolha da vegetação; c) Adoção de princípios de sustentabilidade ambiental nas obras e na utilização; d) Compatibilização da proposta com o terreno; e) Proposta para implantação do Projeto em etapas, com orientações que assegurem a manutenção da identidade do projeto nas fases subsequentes.

Há documentos de referência no site e não se esqueçam. A falta desses elementos do Programa de Necessidades pode prejudicar o seu trabalho. Atentem a todos os itens.

2. DO EDITAL

https://concursotijucas.com.br/wp-content/uploads/2021/10/EDITALDOCONCURSO_TIJUCAS_FINAL.pdf

11.6 O Anteprojeto entregue pelo vencedor deverá permitir o desenvolvimento do Projeto Executivo e dos Projetos Complementares, Memorial Descritivo, Compatibilização dos Projetos, Planilha Orçamentária e Cronograma de Obras, a serem executados pelo VENCEDOR, após assinatura de contrato como segue: 11.6.1 Projeto urbanístico, contendo sistema viário e acessibilidade e de tráfego e trânsito de veículo e sistemas de estacionamento, bem como o mobiliário urbano, propostas de pavimentação, para o sistema de iluminação pública e comunicação visual urbanístico. 11.6.2 Projeto de arquitetura paisagística. 11.6.3 Memorial descritivo urbanístico e paisagístico. 11.6.4 Caderno de Especificações ou de Encargos 11.6.5 Orçamento Sintético 11.6.6 Orçamento Analítico 11.6.7 Cronograma 11.6.8 Coordenação e compatibilização de Projetos 11.6.9 Projeto gráfico urbanístico (imagens virtuais) 11.7 Estes projetos deverão ser apresentados por trecho, de modo a permitir a licitação e execução das obras por fases (de A a C) e entregues no prazo conforme a minuta de contrato.

3. DAS NORMAS DE APRESENTAÇÃO a. Os trabalhos deverão ser apresentados seguindo rigorosamente as padronizações apresentadas, de modo a se obter uniformização e a preservação do sigilo dos participantes durante o desenvolvimento e até o final do julgamento. Busca-se também uma neutralidade na avaliação comparativa da apresentação das propostas, por parte da Comissão Julgadora a partir de um mesmo padrão na apresentação; b. Os trabalhos deverão ser apresentados em 4 (quatro) pranchas em arquivo PDF, formato A0 (1.189mm x 841mm) na posição horizontal, resolução de 300dpi, a partir de modelo de prancha com carimbo disponibilizado no site do concurso – Bases do Concurso conforme Anexo IV; c. Os trabalhos deverão obrigatoriamente ser enviados em arquivo eletrônico via web no campo ENVIO DE TRABALHO disponível na ÁREA RESTRITA seguindo as orientações a seguir: i. Um jogo completo das 04 (quatro) pranchas A0 arquivados numa pasta denominada ENVIO DO TRABALHO em formato PDF, numerado da seguinte forma, como segue: 1. PRANCHA 1/4 – Implantação geral da Proposta. Arquivo em PDF com o número de inscrição e o número da Prancha (Ex. 001.01.PDF) Implantação – Escala 1:1.000 Memorial Descritivo Demais desenhos, escala livre. 2. PRANCHA 2/4 – Trecho A. Arquivo em PDF com o número de inscrição e o número da Prancha (Ex. 001.02.PDF) Implantação – Escala 1:500. Demais desenhos, escala livre. 3. PRANCHA 3/4 – Trecho B – Arquivo em PDF com o número de inscrição e o número da Prancha (Ex. 001.03.PDF) Implantação – Escala 1:500. Demais desenhos, escala livre. 4. PRANCHA 4/4 – Trecho C. Arquivo em PDF com o número de inscrição e o número da Prancha (Ex. 001.04.PDF) Implantação – Escala 1:500. Demais desenhos, escala livre. Nota: Todas as pranchas podem conter croquis, desenhos bi e/ou tridimensionais, textos, esquemas, fluxogramas, tabelas, imagens, etc., para esclarecer a proposta. ii. FICHA TÉCNICA – arquivo eletrônico, em formato PDF, com os nomes do autor/responsável técnico; coautores; colaboradores; consultores e demais integrantes, bem como os dados da Pessoa Jurídica; iii. CURRÍCULOS – arquivo eletrônico, em formato PDF, com breve currículo profissional do autor/responsável técnico e demais participantes, com conteúdo máximo limitado a 01 (uma) página de formato A4; iv. IMAGEM DA EQUIPE – imagem digital em formato JPG ou TIF com resolução entre 150dpi e 300dpi, contendo no máximo 800pixels de largura; v. IMAGENS – 03 (três) imagens representativas, visando uma possível divulgação do Estudo Preliminar em formato JPG ou TIF com resolução entre 150dpi e 300dpi, contendo no máximo 800pixels de largura; vi. RESUMO – arquivo em formato PDF com texto resumo, limitado a 01 (uma) página A4, digitado com fonte tamanho 12, contendo informações sobre o Partido adotado e sobre as soluções encontradas.

5. DA COMISSÃO JULGADORA E DO JULGAMENTO a. A Comissão Julgadora (CJ) do Concurso é composta de 03 (três) arquitetos e urbanistas Membros Titulares e, se necessário, dois Suplentes, sendo: 02 (dois) Membros Titulares indicados pelo PROMOTOR: Arquiteto Almir Francisco Reis (Florianópolis – SC) Presidente da CJ Arquiteto César Floriano dos Santos (Florianópolis – SC) 01 (um) Membro Titular indicado pelo ORGANIZADOR: Arquiteta Giselle Carvalho Leal (Tijucas – SC) 02 (dois) Membros Suplentes indicados pelos PROMOTOR e ORGANIZADOR. ESTA COMISSÃO JÁ FOI NOMEADA PELO PREFEITO E ESTÁ PUBLICADA NO SITE DO CONCURSO

3. DA DECLARAÇÃO DO VENCEDOR

No dia 15 de dezembro em local e hora que iremos publicar no site, na Cidade de Tijucas SC será lida a ATA FINAL DE JULGAMENTO e na ocasião, o Prefeito Municipal pode querer entrar em contato com o vencedor e a imprensa local para uma pequena entrevista. Fiquem atentos

4. SOBRE AS EMPRESAS DE ENGENHARIA REGISTRADAS

Na ficha de remessa com a equipe se faz obrigatória a presença de arquitetos e urbanistas como responsáveis pelo trabalho cumprindo assim o que determina a legislação em vigor.

A partir de agora você tem a sua senha e login para entrar e enviar seu trabalho

BOA SORTE

ÂNGELO ARRUDA

Coordenador do Concurso

Aguarde o envio...